Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Mulherio e os falsos elogios

Ser mulher é, provavelmente, uma das mais difíceis tarefas da Humanidade! Não me digam que é estar à frente dos destinos de um país, tomar decisões sobre o rumo económico de uma nação ou escolher as últimas novidades tecnológicas ao serviço da Defesa!
Ser mulher é, provavelmente uma das mais difíceis tarefas da Humanidade! Aterrar na Lua ou enviar uma missão não tripulada a Marte é "peaners" (como diz o outro!) quando comparado com a capacidade de organização, de abstracção, de concentração e a resiliência que todas nós, enquanto mulheres, temos de ter todos os dias, desde que acordamos até ao momento em que deitamos a cabeça na almofada, após mais um dia daqueles...
Todas nós vivemos rodeadas dos clichés de sempre, desde pequenas... Parece que as hormonas e a nossa condição feminina consegue ser justificação para tudo e para nada. Desde a boa disposição às lágrimas mais inesperadas, as hormonas, essas malvadas moleculazinhas com veia de diabo, são sempre o mordomo de servi…
Mensagens recentes

E quando os 12 meses estão quase a chegar...

Há dias partilhava no Facebook que por aqui já tinham começado os preparativos para a primeira festa de aniversário do baby. A bem da verdade, as primeiras pesquisas para este dia já começaram há alguns meses mas só agora se começaram a intensificar. E dizem-me vocês... Mas faltando ainda coisa de dois meses para o grande dia porque ando já eu nesta azáfáma? Bem... Uma planner freak tem destas coisas... A busca do tema, da decoração, escolher as comidinhas e tudo o mais leva o seu tempo e não se quer que nada falhe!
Todas nós, mães de primeira viagem ou não, queremos sempre que a festa de aniversário dos nossos filhotes seja marcante, principalmente ainda mais quando se trata da primeira. É bem verdade que a criança ainda não vai ligar grande coisa a esta primeira festa mas trata-se da primeira vez que se vai comemorar uma data relacionada com o bebé junto dos familiares e dos amigos mais próximos, daí que há que caprichar na preparação de tudo o que vai que ter a ver com este dia.
N…

Opções de mãe...

Ser mãe e pai é optar.  Ser mãe e pai é tomar decisões.  Ser mãe e pai é nascer no mesmo dia que o nosso filho.  Ser mãe e pai é não saber quando as dúvidas vão terminar.  Ser mãe e pai é querer sempre o melhor. Ser mãe e pai é saber trabalhar em equipa e enfrentar as dificuldades. Ser mãe e pai é aprender a ouvir.
Amamentar ou não. Introduzir a alimentação complementar aos 4 ou 6 meses ou ainda mais tarde. Dormir com os pais ou numa cama separada. Papas de compra ou papas caseiras. Escola que segue o ensino tradicional ou possibilidade de escolher uma pedagogia alternativa. Encarar a educação com uma abordagem positiva ou fazer o mesmo que os nossos pais fizeram.
Um mundo inteiro à espera de ser descoberto e pronto para nos conseguir toldar as opiniões e aumentar ainda mais as dúvidas. Ser mãe e pai não é fácil. Está muito longe de ser algo que se faz de ânimo leve e de ser um papel do qual se pode tomar folga.
Ninguém nos disse que iria ser fácil. Mas a aprendizagem que se faz todo…

As mulheres são tramadas!

Sim, nós mulheres somos mesmo tramadas. Não é à toa que os homens dizem que devíamos ter livro de instruções, que somos uns bichos estranhos e por aí fora.Nós que somos mães e que gostamos destas coisas de redes sociais, quase todas devemos fazer parte de um (ou mais!) grupos de mães no Facebook. Na teoria, estes grupos teriam tudo para correr bem: seriam locais de partilha e de entreajuda entre mães, com o intuito de todas aprendermos e nos ajudarmos nas dificuldades do dia-a-dia. Pois... Em teoria... Eu sou uma das mães que pertence a esse grupos e não fico propriamente surpreendida com as pequenas confusões que se vão gerando nestes grupos, puro e simplesmente pelas divergências de ideias. Ou pela dificuldade em aceitar opiniões que nos são contrárias...Ontem li este post no blog No colo da mãe e não podia concordar mais com estas palavras. Quando pedimos opinião, temos de ter a capacidade de conseguir aceitar as opiniões que nos são favoráveis e, principalmente, aquelas que vão co…

Picadas, dúvidas e alguns meses pela frente

Uma gravidez é, por si só, sinónimo de muitos receios, de cuidados redobrados e de algum stress para qualquer mãe. A cada trimestre que passa e a cada novos exames e ecografia, parece que é mais um patamar da escada que se sobe e está-se cada vez mais perto do grande momento. E uma gravidez pode decorrer sem sobressaltos... Ou ser acompanhada de mais algum stress que nos faz ter ainda mais cuidados...
Todas as grávidas já terão feito ou já terão ouvido falar sobre a famosa Prova de Tolerância à Glicose Oral (PTGO), feita no 2º trimestre da gravidez (entre as 24 e as 28 semanas de gestação), destinada a fazer o diagnóstico da diabetes gestacional. Esta famosa prova em que se tem de beber um líquido extremamente doce e tirar sangue três vezes (em jejum, passada 1h de ter bebido o líquido e passadas 2h). Mas o que é afinal a diabetes gestacional? Segundo o site Nove Meses, a diabetes gestacional traduz uma intolerância aos hidratos de carbono detectada durante a gravidez e que pode ser …

A sério que ainda amamenta?!

Esta semana ganhei uma ida às urgências... Depois de uma constipação e com o sistema imunitário mais em baixo acabei por apanhar a virose do baby. E no meio de tanta tosse, dor de garganta e congestionamento, achei por bem ir ao médico na tentativa de perceber o que seria possível eu tomar e que fosse compatível com a amamentação. E mais uma vez, pude constatar o quão pouco alguns dos nossos profissionais apoiam tão pouco a amamentação e são capazes de fazer as sugestões mais estapafúrdias. Na altura da prescrição da medicação e quando disse que estava a amamentar um bebé de 8 meses, a médica apenas me perguntou "ele já come?". A princípio, não estava mesmo a perceber a pergunta e pedi-lhe para repetir. Ela repetiu e ainda reforçou que seria melhor eu falar com o pediatra porque se ele já comia... Basicamente, como o bebé já tem 8 meses já está mais do que na altura de deixar de mamar porque isso já não faz nada!Não estivesse eu tão sem energia por estar doente e garantidame…

Mindfulness... Ou uma outra forma de encarar os nossos dias

Mindfulness define-se, tão simplesmente, como a atenção plena, uma forma de estar presente a si, aos outros e ao meio à sua volta em cada momento, segundo a Sociedade de Portuguesa de Meditação e Bem-Estar. Ainda que nem todos consigamos meditar diariamente, existem pequenas aprendizagens de mindfulness que podemos colocar em prática todos os dias, principalmente com os nossos pequenos. E aqui ficam alguns exemplos partilhados pela Oficina de Psicologia.

Estou longe, mas mesmo muito longe de ser uma pessoa dedicada à meditação e ainda que esteja muito afastada de me querer dedicar a tudo o que sejam práticas mindfulness, não pode deixar de olhar para estas sugestões e achar que elas fazem sentido para que sejamos mais conscientes das nossas crianças e da forma como elas estão a viver o seu dia-a-dia. Ainda me falta algum tempo para poder conversar com o meu filhote todos os dias quando ele regressar da escola mas vou tentar não me esquecer destas dicas quando chegar o momento. Para co…