Manhãs preguiçosas

Manhã de 1 de Janeiro de 2017... Na televisão dá o Senhor dos Anéis (que parece já ter virado tradição desta época à semelhança do Sozinho em Casa no Natal), o baby diverte-se no tapete de actividades, o pai descansa e a mãe decide vir por a escrita em dia.

Estamos hoje no primeiro dia de um novo ano. É aquele dia em que quase todas as pessoas idealizam como vai ser o novo ano, fazem muitos planos, traçam novos objectivos e esperam que o novo ano seja melhor que o anterior. Gosto de fazer planos mas sempre com os pés assentes na terra. Gosto de escolher novos objectivos e novas metas para atingir mas tendo sempre a consciência de que o que está à minha volta me pode trocar as voltas e tenho de estar preparada para isso. Se há um ano, grávida, apenas conseguia imaginar que o ano de 2016 iria ser de muitas alterações aqui por casa, agora de encaro o ano de 2017, antevejo que muitos desafios me esperam. E vou arregaçar as mangas para tratar deles!

O ano que passou foi o ano mais doce de sempre! 

Tive o meu bebé pela primeira vez nos meus braços e chorei ao vê-lo pela primeira vez.
Nasci como mãe ao lado do melhor homem que podia ter como pai do meu filho.
Cresci e mudei enquanto pessoa.
Descobri que posso traçar novos rumos para mim que me realizem mais enquanto pessoa.
Tive muitos receios, muitas dúvidas e hormonas malucas à mistura.
Descobri que pretendo viver a parentalidade de uma forma diferente.

Termino o ano de 2016 com o maior e mais puro sentimento de gratidão por poder ser mãe de um bebé que acorda todos os dias com um sorriso e cheio de vontade de brincar e por poder ter ao lado um homem que me compreende muito melhor do que poderia desejar. Inicio o ano de 2017 com os olhos postos no horizonte e com a certeza de que será mais um ano especial. Um ano de novas experiência agora a três, de muitas aprendizagens, de muito crescimento e de muita vontade de concretização. 

A todos desejo um 2017 radioso e carregado de energia positiva. Que todo o negativismo tenha ficado atrás da porta que fecharam a 2016. Sorriam muito!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Conhecem a alegre Paula?

You shall not pass!... Ou como depois de estarem cá fora, os nossos filhos podem trocar-nos completamente as voltas!

O meu bebé já se senta e consegue transformar uma abóbora num barco com um canivete suíço!