Eu, todo um mundo de hormonas a transbordar, me confesso

Sim, sou lamechas. Ou melhor, sempre fui... Apenas tenho vindo a piorar desde que descobri que ia ser mãe em Outubro de 2015. Mal sabia eu o poder que as hormonas iriam passar a ter sobre mim (não somente nos obscuros dias da TPM) todos os dias em modo 24/7. É um estado crónico que me assiste todos os dias e que faz parte da minha essência.

Sim, sou lamechas. Toda eu sou um turbilhão de hormonas que transbordam dos meus poros qual água em dilúvio da arca de Noé! Tenham cuidado pois a sensibilidade está à flor da pele pronta a mostrar-se em todo o seu esplendor.

Sim, sou lamechas... E não tenho qualquer vergonha em admiti-lo. Em escondê-lo. Em mostrar ao mundo aquele outro lado de mim que derrama lágrimas a ver a final do Masterchef.

Sim, sou lamechas. E é isso que me torna esta Happy Mom que aqui vos escrevo. Que partilha as roupinhas do baby boy, que gosta de acordar antes do despertar das galinhas para orientar as agulhas no silêncio da casa pela manhã...

Sim, sou lamechas. E se não o fosse acho que não teria a capacidade de magicar todas as surpresas que preparo para os meus, para aqueles que me enchem o coração e que são as minhas pessoas. Não seria capaz de preparar um casamento em segredo e levar a minha mãe a oferecer o vestido e a participar em todos os preparativos sem fazer a mínima ideia do que se ia passar. Nem tão pouco seria capaz de continuar a olhar para aquele que me faz companhia todos os dias e que me proporcionou a maior felicidade, ser mãe, tal como o olhei na primeira vez que o vi.

Sim, sou lamechas... E gosto!!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Conhecem a alegre Paula?

You shall not pass!... Ou como depois de estarem cá fora, os nossos filhos podem trocar-nos completamente as voltas!

O meu bebé já se senta e consegue transformar uma abóbora num barco com um canivete suíço!