Eu e trabalhos manuais?! Pois, pois...

Se houve coisa para a qual nunca tive grande jeito foi para trabalho manuais, diy e coisas afins. Não que a curiosidade e a vontade de fazer algo do género não existisse mas, digamos, que nunca corria muito bem e o resultado final ficava sempre um bocadinho aquém do que eu esperava...
Mas existe sempre uma primeira vez, não é verdade?
Quando comecei a decorar o quarto do baby boy, pensei sempre que gostava de ter um quadro que assinalasse o nascimento dele. Procurei muito na internet, vi muitos locais em que podia comprar algo personalizado para ele mas parecia sempre que faltava qualquer coisa... Até que me enchi de coragem e decidi que já tinha idade suficiente para um diy e meti as mãos na massa! E assim criei o quadro do nascimento do pequeno reizinho cá de casa.
E que coloquei eu, perguntam vocês?
Pois bem, havia uma coisa que eu queria mesmo que fizesse parte deste quadro: a primeira roupinha que ele vestiu (um babygrow todo bem disposto do Superman comprado na H&M e um gorro também da H&M). Depois, foi a procura da moldura perfeita para o quadro. Encontrei uma simples, com um fio para prender fotos com molas de madeira, na Conforama. Achei esta a ideal pois tinha alguma profundidade e permitia colocar objectos no seu interior. Just in case, arranjei mais umas molas de madeira extra (consegui descobrir estas na área de papelaria do El Corte Ingles) e também a inicial do nome do meu filhote (este D, da marca Meri Meri, pode ser comprado na Party&Bite em Lisboa).
Fiz ainda uma impressão de uma foto do baby boy tirada no hospital e juntei a pulseirinha dele e voila! Assim ficou o quadro de nascimento! Pode não ser o mais belo do mundo, o mais original ou o último grito em design gráfico mas... Tem todo o carinho de uma mãe lamechas sem grande jeito para trabalhos manuais!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Conhecem a alegre Paula?

You shall not pass!... Ou como depois de estarem cá fora, os nossos filhos podem trocar-nos completamente as voltas!

O meu bebé já se senta e consegue transformar uma abóbora num barco com um canivete suíço!